Toxina Botulínica e Mini-Implantes: A evolução da Medicina Dentária através de Biomateriais!


As inovações no mercado médico-dentário são bem-vindas, no entanto o que nós assistimos hoje são verdadeiras evoluções, que mudam todo o conceito de saúde e estética à volta do mundo. Este é o resultado da parceria entre ciência e tecnologia, incluindo através de novos conceitos e muita pesquisa novos materiais e novas alterativas.


Será que estamos preparados para distinguir tudo isso? Eu respondo, claro que sim. Ao desviar o nosso olhar para as novidades, que não precisam ser inventadas, podem simplesmente ter novas indicações, muitas possibilidades surgem. É o caso da toxina botulínica tão comum para a medicina, agora na Medicina Dentária tem lugar garantido e merece destaque. Pensamos logo em estética, eliminar ruguinhas, ficar com a aparência suave e porque não? O Médico Dentista que não percebe que a saúde e a estética tem a mesma proporção para o paciente, precisa de observar a sociedade competitiva que vivemos.

A toxina botulínica é um importante coadjuvante no tratamento das dores faciais, bruxismo e apertamento dentário, tão inconvenientes ao paciente quanto para o profissional que perde a faceta ou a coroa tão bem preparada para uma mordida com força incontrolada. Intervir nas dores e danos da DTM através de uma aplicação rápida e praticamente indolor da toxina a cada semestre, sem depender de placas e ter a musculatura equilibrada 24 horas, é uma solução muito interessante.

Sorriso gengival é estética? Deixaria o periodontista dizer, mas qualquer profissional conhece as doenças periodontais nos dentes anteriores causadas pela exposição gengival constante, e o tratamento é realizado em pontos específicos com uma quantidade tão pequena de toxina que nos faz pensar onde estava este biomaterial que não chegou antes. O reconhecimento do paciente é evidente e não precisamos nos preocupar muito com o marketing, é o próprio trabalho que reflete através do ?novo? sorriso a dedicação, o conhecimento e excelência do profissional.

O custo de alguns biomateriais são realmente alto, mas cabe a nós profissionais mostrar aos pacientes os benefícios reais e o que tem atrás daquela gota ou do pequeno mini-implante e explicar as suas vantagens.

Este dispositivo tão pequeno irá substituir muitas vezes o extra-oral que deveria ser utilizado 16 horas. E a tranquilidade de ter em nossas mãos o controle do tratamento? Nos mini-implantes a tecnologia é evidente. O titânio recebe o alumínio e o vanádio para ter uma liga mais resistente permitindo a inserção destes pequenos dispositivos em espaços reduzidos de forma rápida e simples com uma anestesia local. Verticalizar ou distalizar um molar inferior antes era impossível e com o atendimento multidisciplinar instalar um implante onde antes seria uma ponte fixa por falta de espaço, assim ganhamos todos: pacientes e profissionais. O design deste que parece um parafuso é tão elaborado, que suas roscas, cabeça, conicidade são exemplos de tecnologia eficiente e eficaz.

Os biomateriais são muitos e o profissional necessita de discernir qual deve indicar e ter o domínio de os como utilizar. Não há crescimento sem dedicação, informação e conhecimento; contudo a saúde e o sorriso do nosso paciente norteiam-nos nesse caminho.






Notícias

Invisalign! Prepare-se para algo fantástico: come(...)

2019-02-19

Start-up médico-dentária está a redefinir o bem(...)

2019-01-17

A empresa portuguesa Bam & Boo oferece escovas de (...)

2018-12-07


Visite-nos

Avenida Dr. Ribeiro de Magalhães, 131, R/C

4610-108 Felgueiras

PORTUGAL


Contacte-nos

+351 255 312 253

+351 913 475 654

info@clinicalasaletealves.pt


Horário

2ªF a 6ªF - 09:00 às 19:00

Sábado - 09:00 às 12:30


Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as novidades que temos para lhe oferecer

© Clínica La Salete Alves 2019